APESAR DOS ESFORÇOS, OS ÍNDICES DE OBESIDADE AUMENTAM

Tem se constatado que inúmeras entidades não governamentais não têm medido esforços para promover os benefícios da prática da atividade física sobre a saúde. Na atualidade tem sido inquestionável que o combate ao sedentarismo tem sido o principal fator de prevenção das doenças, pois a prática de exercícios diminui o declínio funcional dos órgãos, deixando-os bem preparados para as agressões externas causadoras de morbidades.

Apesar de tudo, as estatísticas têm demonstrado que vêm aumentando a obesidade e as doenças crônico-degenerativas. Atualmente, no Brasil, 53% da população está acima do peso, e moléstias como hipertensão, diabetes, cardiopatias, acidentes vasculares cerebrais, doença de Alzheimer, entre outras, estão em expansão.

Isto tudo reflete o descaso de muitos pelas recomendações dos que pregam um estilo de vida saudável como prática de atividades físicas, alimentação rica em frutas e verduras e pobre em alimentos industrializados, evitar tabaco e álcool, conter emoções, não abusar do automóvel, entre outras práticas anti-higiênicas.

A propaganda enganosa, a procura de lucros fáceis e falta de compromisso com o bem comum, sem dúvida, estimulam este tipo de cultura.

Nós, como a grande maioria, optamos por atividades honestas, que estimulam a saúde, a educação e uma cultura de paz.

Estamos à disposição de todos para informações sobre esta melhor qualidade de vida.

Roberto Losada Pratti

Presidente do IPOMATES